TCG

É sabido que 1 em cada 100 bebês apresenta patologias de origem genética. No entanto, os avanços da ciência nos permitem prevenir a transmissão e modificar essa estatística para 1 em cada 30.000 recém-nascidos.

 

O Teste de Compatibilidade Genética (TCG) é usado para prevenir que nossos filhos nasçam com alguma doença genética. Os pais sem histórico familiar de doenças genéticas e que não apresentam sintomas podem ser portadores de uma mutação genética. O objetivo deste teste é identificar essas mutações e determinar se o gene materno é compatível com o gene paterno, para evitar a transmissão da doença ao futuro bebê. Isso ocorre porque a informação genética de cada pessoa está contida nos genes que fazem parte do DNA presente em cada célula. Cada gene tem duas cópias, uma herdada da mãe e outra do pai, se ambos apresentarem mutação em um mesmo gene, há risco de nascer um bebê portador ou afetado por determinada doença.

Quem pode fazer o Teste de Compatibilidade Genética?

É normal ter alterações nos genes, mas o problema surge quando tanto a mãe quanto o pai possuem a mesma mutação no mesmo gene, aumentando assim as chances de transmitir a doença ao filho.

Por esta razão, recomendamos realizar o TCG a qualquer casal que deseje ter filhos de forma natural, antes de iniciar um tratamento de reprodução assistida, para que nossa equipe médica identifique qual é o risco de transmissão e o melhor tratamento de acordo com cada paciente.

No WeFIV, realizamos o Teste de Compatibilidade Genética em nossas doadoras e comparamos com o de nossos pacientes, pois estamos comprometidos não apenas em conseguir a gravidez, mas também em garantir o nascimento de um bebê saudável e prevenir doenças genéticas.

Quanto tempo demora o resultado e o que é feito se forem detectadas mutações?

Como mencionamos anteriormente, o TCG envolve o estudo de uma amostra de sangue do pai e da mãe. Em nossos laboratórios, nossa equipe de especialistas analisa as amostras e pode detectar mais de 600 doenças genéticas para reduzir sua transmissão. Atualmente, esses tipos de doenças não têm cura, por isso a prevenção é fundamental.

Se um membro da família tem uma mutação em seus genes, isso não significa risco para o futuro bebê, mas se ambos os pais possuírem uma mutação no mesmo gene, o risco de transmitir uma doença à descendência é alto; nesse caso, para conceber, recomendamos a realização de um tratamento de Fertilização In Vitro com Diagnóstico Genético Pré-implantacional para identificar um embrião saudável a ser transferido para o útero.

Se você estiver planejando uma gravidez, nossa equipe do WeFIV pode fornecer assessoramento especializado de acordo com suas necessidades e situação específica. Somos uma clínica de Reprodução Assistida que possui a mais recente tecnologia e uma equipe dedicada de profissionais comprometidos em fornecer atendimento integral, personalizado e de qualidade.
Pesquisar