Ovodoação

Sem lista de espera para encontrar a sua doadora! Nossa equipe médica possui ampla experiência em tratamentos de ovodoação com a mais alta taxa de sucesso.

O que é a Ovodoação?

A doação de óvulos permite que mulheres que não conseguiram engravidar em tratamentos de reprodução assistida com seus próprios óvulos, ou que não podem utilizá-los para a Fecundação in Vitro devido a condições fisiológicas, possam ter uma alta taxa de sucesso na gravidez. O tratamento consiste em fertilizar o óvulo doado com o sêmen do parceiro da mulher que irá levar a gravidez adiante, ou com o sêmen de um doador. Em seguida, o embrião é transferido para o útero materno cinco dias após a fecundação.

Requisitos da Doadora

A doação de óvulos na Argentina é regulamentada pelo decreto 956/2013, que estabelece que tanto os óvulos quanto os embriões devem vir exclusivamente de bancos de gametas ou embriões devidamente inscritos no Registro Federal de Estabelecimentos de Saúde (ReFES) da Direção Nacional de Regulação Sanitária e Qualidade em Serviços de Saúde, subordinados ao Ministério da Saúde.

  • Ser maior de 18 anos e menor de 30 anos.
  • Estar em bom estado de saúde psicofísica.
  • Não ter histórico pessoal ou antecedentes familiares com doenças de transmissão genética.
  • Não ter antecedentes médicos ou cirúrgicos.
  • Não apresentar anomalias no aparelho reprodutor.
  • Realizar uma avaliação ginecológica e psicológica completa.
  • Submeter-se a diferentes testes de diagnóstico de doenças transmissíveis.
  • Ter índice de Massa Corporal entre 18 e 28 kg/m².
  • Será realizada uma exploração detalhada dos órgãos pélvicos para descartar doenças que possam afetar os resultados da doação. Também busca-se descartar a presença de cistos, miomas, pólipos e outras alterações do aparelho reprodutor.
  • No início do ciclo menstrual da mulher, será realizada uma ecografia para contagem de folículos antrais e avaliação do potencial de resposta da doadora.
  • Estudo de Screening de mutações do gene da Fibrose Cística e ter cariótipo normal.
  • É estudada a ausência de doenças transmissíveis como HIV, hepatite, sífilis, além do grupo sanguíneo e fator Rh.

Além disso, avaliamos psicologicamente as doadoras levando em consideração as seguintes áreas: história pessoal, antecedentes familiares, transtornos de adaptação, humor ou psíquicos, abuso de substâncias, distúrbios comportamentais e alimentares. É importante lembrar que, de acordo com a Lei de Acesso Integral aos Procedimentos e Técnicas Médico-Assistenciais de Reprodução Medicamente Assistida, a doação nunca terá caráter lucrativo ou comercial. O preço do tratamento de doação de óvulos depende de cada caso em particular, uma vez que todos os serviços que oferecemos são personalizados.

Seleção da doadora

No WeFIV, contamos com WeBank, o banco de óvulos responsável por selecionar a doadora compatível com as características físicas, grupo sanguíneo e fator Rh da paciente receptora. Assim que encontrarmos uma doadora com as características adequadas para o caso em particular, notificamos os pacientes para prosseguir com a fecundação dos ovócitos. É importante ressaltar que WeBank possui o maior banco de óvulos da Argentina, portanto, não há atrasos na seleção da doadora.

 

Amostra de sêmen

Para obter uma amostra adequada de sêmen, o homem deve abster-se de atividade sexual por 2 a 5 dias prévios a sua coleta. Em seguida, essa amostra é preparada em nossos laboratórios especializados com o objetivo de remover certos componentes e selecionar os espermatozoides mais adequados para fecundar os óvulos recebidos. Outra opção é criopreservar a amostra de sêmen coletada anteriormente à doação, dessa forma, quando encontrarmos a doadora compatível, iremos avançar com a amostra previamente congelada.

No WeFIV, contamos com WeBank, o banco de óvulos responsável por selecionar a doadora compatível com as características físicas, grupo sanguíneo e fator Rh da paciente receptora. Assim que encontrarmos uma doadora com as características adequadas para o caso em particular, notificamos os pacientes para prosseguir com a fecundação dos ovócitos. É importante ressaltar que WeBank possui o maior banco de óvulos da Argentina, portanto, não há atrasos na seleção da doadora.

 

Para obter uma amostra adequada de sêmen, o homem deve abster-se de atividade sexual por 2 a 5 dias prévios a sua coleta. Em seguida, essa amostra é preparada em nossos laboratórios especializados com o objetivo de remover certos componentes e selecionar os espermatozoides mais adequados para fecundar os óvulos recebidos. Outra opção é criopreservar a amostra de sêmen coletada anteriormente à doação, dessa forma, quando encontrarmos a doadora compatível, iremos avançar com a amostra previamente congelada.

Transferência embrionária

A transferência embrionária é quando o melhor embrião selecionado pelos especialistas é introduzido no útero materno com uma cânula específica. É um procedimento indolor, rápido e realizado sem a necessidade de aplicação de anestesia. É recomendado beber água antes do procedimento para ter a bexiga cheia, a menos que haja indicação contrária do médico.

Além disso, tanto a paciente quanto o acompanhante são solicitados a evitar o uso de perfumes, maquiagem ou substâncias com cheiro forte, pois podem contaminar o ar do laboratório. Após a transferência, a paciente deve evitar situações que possam aumentar sua temperatura corporal ou causar desidratação, e não deve ingerir bebidas alcoólicas ou medicamentos sem prescrição médica.

 

É importante mencionar que os embriões que não forem utilizados no procedimento e forem de boa qualidade serão vitrificados para serem usados em ciclos posteriores, evitando a necessidade de repetir a estimulação ovariana.

 

Perguntas frequentes

A taxa de gravidez acumulada é de 93,96% após três tentativas de ovodoação em WeFIV.

 

Não há um número fixo de tratamentos de ovodoação para alcançar uma gravidez, pois isso depende da história clínica dos pacientes.

A transferência embrionária é feita da mesma forma que em um tratamento com gametas próprios.

Devido ao nosso amplo banco de óvulos, a duração do tratamento de ovodoação é a mesma que a de um tratamento com óvulos próprios, uma vez que não há lista de espera para encontrar a melhor doadora para nossos pacientes.

Quando se recorre ao tratamento de ovodoação, é normal que a paciente passe pelo processo de luto genético, uma vez que renuncia à possibilidade de transmitir sua carga genética. No entanto, graças à epigenética, sabemos que existe uma comunicação entre a gestante, através do útero materno, e o futuro bebê. Essa comunicação é capaz de modular como a informação genética é expressada, ou seja, pode modificar e influenciar a maneira como a informação genética do futuro bebê se expressa, o que pode ser observado nas características físicas e no estado de saúde do bebê. O que incentivamos em nossas pacientes é que percebam que a maternidade é um papel que desenvolverão independentemente do tipo de tratamento que realizem.

Pesquisar